Reconciliar-se consigo mesmo – o caminho da paz

Reconciliar-se consigo mesmo é uma tarefa bastante árdua. Muitas pessoas não conseguem se perdoar quando cometem algum determinado erro que afeta sua imagem exterior. Tantas outras não conseguem aceitar sua própria história de vida. Existe também aquelas pessoas que passam a vida inteira murmurando contra seu destino ou lamentando por viver em determinado período da história. A falta de reconciliação pode afetar e muito a vida das pessoas colocando-as em um estado de infelicidade, frustração, desânimo.

Por meio desse artigo quero te ajudar a reconciliar-se consigo mesmo e assim se livrar de estados emocionais limitadores. No primeiro tópico desse artigo falarei sobre a reconciliação e a paz que ela pode trazer. Após um breve relato da importância de você dizer “sim” a quem você é. E, por fim, falarei sobre alguns passos necessários a fazer para você reconciliar-se consigo mesmo.

Espero, sinceramente, que esse artigo faça uma grande diferença em sua vida e te ajude a ter mais paz, felicidade e satisfação com a vida que o Pai Criador lhe disponibilizou. Aproveite o conteúdo!

Reconciliar-se consigo mesmo e a paz

reconciliar-se consigo mesmo

Você vive inquieto? Ansioso? Perturbado? A paz é uma necessidade humana imprescindível para vivermos uma vida com mais saúde e dignidade. Muitas pessoas atualmente não conseguem encontrar esse estado de espírito muito em virtude da correria que suas vidas se transformaram. Duvida? Procure notar no semblante das pessoas em sua volta que você perceberá o quanto muitas vivem em um estado de perturbação, sempre apressadas para realizar determinado compromisso. Mais do que isso é cada vez mais raro encontrar pessoas serenas e tranquilas – a agitação se tornou um comportamento padrão.

São vários fatores, tanto externos quanto internos, que causam essa falta de paz. Mas um fator interno merece nossa atenção. Afinal, trata-se da reconciliação consigo mesmo. Muitas pessoas não têm essa reconciliação por diversos fatores. Mas os mais comuns são: a falta de perdão pelos erros cometidos; a não aceitação como são; a prisão no passado sombrio. É um erro viver limitando a vida por esses fatores, uma vez que precisamos aceitar a nossa realidade presente e passada.

É um erro viver de modo que os erros se tornem prisões. Precisamos entender que somos seres humanos e errar faz parte do aprendizado e crescimento. É um erro não aceitarmos o nosso corpo, a nossa aparência, a nossa cor da pele, o nosso tipo de cabelo. Precisamos entender que somos seres únicos e cada um possui sua beleza de modo particular. Não se prenda a padrões de beleza – afinal, o belo não é o que está padronizado na mídia. O belo passa pela sua aceitação e maneira como você permitirá que o outro te olhe e te aceite. Somente você determina a sua própria beleza.

Por fim, é um erro viver preso em acontecimentos do passado. E, para superá-los clique aqui e leia o artigo “Superando limites – o guia para superação”.

Diga “sim” a quem você é

reconciliar-se consigo mesmo diga sim

Muitas pessoas não conseguem viver em paz consigo mesma. Não é algo de outro mundo diversos indivíduos brigarem com eles próprios em frente ao espelho. Quem apenas se enxerga pelo lado de fora a todo momento está brigando com aquela espinha que aparece na juventude. Ou em conflito com os sinais de envelhecimento, como as rugas e os cabelos brancos. Quando não dizemos “sim” a quem nos tornamos e de fato somos no presente é impossível criar uma imagem de futuro propícia a trazer felicidade.

Quer saber o maior segredo para você viver bem? Reconciliar-se consigo mesmo! Esse é o segredo. Dizer “sim” a quem você é, é saber que você é um ser que possui capacidades, forças, fraquezas, conflitos, medos, habilidades. É ter em mente que Deus está ao teu lado não por onde você deveria estar, mas sim onde você está; não é que Ele esteja do seu lado por achar como você deveria ser, mas sim como você é.

Não estou de modo algum aqui dizendo que aceitar quem você é, é se prender na acomodação. De modo algum. Afinal, aceitar-se é saber onde você está agora, mas sempre com o pensamento de progresso, de crescimento, de saber que você necessita sim se desenvolver como pessoa, como ser humano. Quem não progride na vida se mantém insatisfeito pelo resto da vida. Quer saber mais como se desenvolver como pessoa? Clique aqui e aprenda.

Aceitar-se como você é passa pela ideia de olhar com amor todas as suas imperfeições e procurar solucioná-las mediante suas possibilidades. Lembre-se que você não é os seus defeitos, suas sombras, seus pecados. Você é muito mais do que aparenta, muito melhor do que imagina e muito maior do que um dia já pensou.

Alguns passos para a reconciliação

reconciliar-se consigo mesmo passos

Um passo importante para a reconciliação é olhar-se no espelho. Provavelmente muitas pessoas tendem a ter uma certa reprovação ao se colocarem de frente ao espelho – muitos possuem realmente uma tendência da autocrítica severa. É comum que mesmo diante do espelho tendemos a nos comparar não com aquilo que estamos vendo, mas sim com um ideário mental que possuímos acerca de nós mesmos. Sendo assim, aprenda a se olhar com mais cuidado, carinho, amor.

Uma dica extra ao se olhar no espelho é que você passe algum tempo ali sorrindo de orelha a orelha. Recentemente participei de um desafio que consistia em sorrir diante do espelho por um minuto durante o período de uma semana e seis vezes ao dia. Não se tratava de um desafio de reconciliação, todavia eu pude notar que passei a gostar do meu sorriso – algo que eu não tinha muita simpatia anteriormente a esse desafio.

Outro desafio interessante era que três vezes ao dia durante uma semana eu deveria começar a rir sem qualquer motivo. Não é apenas dar um riso, mas sim grandes gargalhadas por um período. Pude notar também que me trouxe uma sensação que dentro de mim reside todas as possibilidades de me permitir ter bons sentimentos, emoções, etc. Então aconselho que você faça também esses dois desafios.

Outro passo é aprender a se livrar da culpa. Reconciliar-se consigo mesmo é aceitar que todos os seres humanos possuem em sua história diversos erros. Não se comporte como um inimigo de si próprio, saiba reconhecer que os erros não fazem parte apenas de você e sim de todos aqueles que estão nesse mundo em busca de evolução. Portanto, tenha em sua mente que os erros não precisam te levar a uma autocrítica severa, mas sim a te tornar mais experiente.

O essencial é…

Por fim, espero que você entenda que reconciliar-se consigo mesmo é estar mais propenso para viver em paz, com mais felicidade, realizações, ânimo, etc. Saiba reconhecer a necessidade dessa reconciliação para sua vida e assim seguir as dicas aqui expostas.

Antes de me despedir gostaria de deixar a seguinte mensagem: “o essencial é estar bem consigo mesmo.” – Voltaire.

Espero que esse artigo tenha feito uma diferença na sua vida. Ficarei muito feliz em ler um comentário seu a respeito da leitura. Vamos lá! Deslize essa tela para baixo e deixe seu comentário mais abaixo! Será um prazer saber a sua opinião.

Seja mais um importante contribuinte:

Para que possamos ajudar cada vez mais pessoas diariamente a superarem seus limites e terem inspiração para vencerem na vida eu necessito da sua contribuição. Se for de coração alegre clique aqui e me ajude a ajudar.

Compart. 0

2 Comentários

Deixe um comentário: