Preocupação com o futuro – como eliminar esse hábito

Você costumar ter preocupação com o seu futuro? Logicamente é algo supernatural nos preocuparmos com certas questões. Todavia se torna um grave problema quando é algo excessivo. Muitas pessoas costumam limitar o seu presente em virtude de preocupações exageradas com o que pode acontecer futuramente. Muitos não percebem mas esse grau de preocupação tende a gerar medos e até aumentar os níveis de ansiedade (se você tem ansiedade e quer uma solução clique aqui).

Wayne Dyer já dizia que “a preocupação é o sentimento que nos imobiliza no presente por coisas que podem vir a acontecer no futuro.” Se analisarmos bem preocupar é um hábito que tira nossa paz com situações hipotéticas – coisas que podem nem mesmo vir a acontecer.

Em virtude disso quero te ajudar a eliminar esse hábito da sua vida, uma vez que sei o quanto é danoso a preocupação excessiva. Aproveite o conteúdo!

A preocupação não é um bom hábito

preocupação

Por mais que seja normal termos algumas preocupações, isso não quer dizer que seja um bom hábito. Afinal, a preocupação apenas cria situações hipotéticas em nossas vidas. A maioria tende a imaginar que preocupar é algo benéfico, pois a faz ter melhores escolhas. Mas a verdade é que nossas escolhas estarão sempre limitadas em virtudes dos medos que temos com relação ao que pode acontecer de negativo.

Por exemplo, recentemente eu e meus amigos estávamos programando onde vamos passar o réveillon. Um dos locais mais desejados por nós é o Rio de Janeiro. Todavia, um dos meus amigos começou a falar que tem muito medo de lá e começou a se preocupar com o que poderia acontecer nessa viagem. Veja bem, nem decidimos o destino da viagem e já existe um medo instalado em virtude de uma preocupação até certo ponto sem nexo algum.

Ou seja, muitas de nossas preocupações tendem a nos fazer perder a vivência de momentos incríveis. Eu creio que a viagem para o Rio de Janeiro seria maravilhosa, mas provavelmente optaremos por outro destino em virtude de uma preocupação excessiva de um amigo. Mas eu não o condeno, afinal quem assiste jornais tende a viver amedrontado. Afinal, o que faz com que um jornal não vá a falência são as inúmeras desgraças que eles vendem diariamente.

Precisamos ter muito cuidado com nossas preocupações, pois em certos casos já existe uma ansiedade gerada. Se você tende e viver preocupado com as situações do futuro de maneira excessiva claramente é uma hipótese de ansiedade. Mas fique tranquilo, clique aqui e encontre a solução para gerenciar imediatamente os níveis de ansiedade.

Uma causa da preocupação excessiva

preocupação excessiva

Uma das razões da preocupação excessiva eu já até mencionei no tópico anterior. Você costuma assistir jornais ou se conectar constantemente com notícias negativas? Ou pior, você costuma assistir aqueles jornais totalmente sensacionalistas que normalmente é apresentado por um homem de terno, da voz grossa, que grita constantemente e tem um helicóptero? Pois é, uma das causas da sua preocupação pode ser essa.

Sinceramente eu ainda não consigo entender como alguém consegue perder tempo assistindo jornais e novelas. Eu respeito a decisão de cada um e se você assiste não precisa sentir raiva de mim. Eu quero o seu bem e te digo é perda de tempo. Eu tenho uma pessoa muito próxima a mim que vive amedrontado e só pensando em desgraças. Se dependesse de tal pessoa eu e meu irmão viveríamos trancados em casa para não correr os riscos do mundo que são apresentados na TV.

Veja bem, a minha opinião não é de alguém que vive uma utopia e acha que tudo são flores e os problemas não existem. Muito pelo contrário, é uma opinião de alguém consciente o bastante que vai lidar com as adversidades quando elas acontecerem e se vierem a acontecer. Ou seja, eu quero te convidar a não viver os problemas antes que eles aconteçam. Quem se preocupa demais vive os momentos ruins mais de uma vez. Afinal, primeiro ele vive mentalmente e após ao acontecer na vida dele.

Se você tem preocupação excessiva, vive amedrontado e teme constantemente situações do futuro clique aqui e aprenda de uma vez por todas a controlar a ansiedade.

Como eliminar esse hábito

hábito da preocupação

A primeira dica é que você precisa aprender que existe uma grande diferença entre planejar o futuro e se preocupar com ele. Ou seja, planejar é estudar determinadas situações e ter melhores escolhas. Se preocupar é ter ideias equivocas de eventos que podem nem mesmo vir a acontecer.

Outro passo fundamental é aceitar as incertezas da vida. Logo, por mais que façamos nossos planos de repente a vida pode nos surpreender. Então precisamos viver mais o momento presente sem temer tanto o futuro. Minha mãe sempre costuma dizer “o quem tem de acontecer acontece.”

É importante também que você aprenda a procurar a solução. Por exemplo, se está com uma preocupação excessiva sobre algo que pode acontecer procure a solução. Sim, procure o que você pode fazer no presente para que esse acontecimento não surja no futuro.

E, por fim, dependendo do nível dessa preocupação e ansiedade é realmente procurar ajuda profissional. O Leandro Percário tem um programa muito interessante sobre como superar a ansiedade. Tenho certeza que é uma grande ajuda para quem precisa controlar isso imediatamente – clique aqui para ter acesso ao programa.

Compart. 0

2 Comentários

  1. Maurício Delbrando

    Bom dia, gostei muito
    Eu realmente era ignorante em relação ao ato preocupar, agora tenho uma visão totalmente diferente e concerteza a correta.
    Estarei lendo novamente

    Responder

Deixe um comentário: