Escravização mental – liberte-se dos padrões mentais

Você já teve aquela sensação de ser sabotado por sua própria mente? Não sei, talvez com pensamentos repetitivos sobre sua capacidade para fazer grandes feitos ou mesmo o merecimento de ser feliz. Muitas pessoas estão presas em seus padrões mentais e assim não conseguem ter uma vida satisfatória.

Ao longo desse artigo eu irei abordar como surgem os padrões mentais. Também conversaremos sobre aquelas pessoas que dizem “isso só acontece comigo…”, eu posso apostar que em algum momento você já ouviu essa frase, rs. Abordaremos também quando é o momento de mudar seus padrões, o que na minha opinião sempre será o agora!

Espero que esse artigo cumpra seu propósito de realmente mudar o destino de quem o propõe a ler. Desejo que ao término da leitura você esteja disposto a realmente fazer o que for preciso para se livrar dessas correntes mentais que o aprisiona. Aproveite o conteúdo!

A origem dos padrões mentais

padrões mentais

No decorrer da vida vivenciamos inúmeras experiências que nos dão uma certa percepção do mundo.  Tudo aquilo que pensamos sobre família, espiritualidade, finanças, saúde, etc. foi desenvolvido justamente por nossas experiências do passado. O modo pelo qual agimos hoje é fruto de padrões mentais, que nada mais são do que crenças que nos guiam para uma vida cheia de recursos ou limitações. Fica certo que nossos hábitos mentais são desenvolvidos na infância e consolidados por toda a vida.

Os padrões mentais se formam através de uma constante repetição das emoções e pensamentos. Mas como surgem essas emoções e esses pensamentos? Se formos observar, as crianças são fortemente influenciadas por seus pais e por seu ambiente escolar. Logo, caso uma criança receba muito amor e confiança dos seus pais e também em seu ambiente educativo tende a ser um adulto com autoconfiança e convicto da força do amor. Diferentemente daquela que cresceu em um local hostil, motivada pelo ódio e medo.

Quais são as chances de alguém alcançar uma vida realizada se desde a infância é treinada para sentir emoções negativas e pensamentos destrutivos? Quase nulas. Mas não é impossível, vários são os exemplos de grandes pessoas que superaram tremendas adversidades. Inclusive, você pode encontrar no artigo superando limites a incrível história de uma pessoa que apesar dos abusos sexuais sofridos no passado se tornou um grande exemplo.

Vale lembrar que os padrões mentais se fortalecem através da repetição. Então um passo para mudar aqueles que não trazem nenhum resultado positivo é condicionar novos hábitos de pensamentos e emoções que vão sustentar melhorias. Você é a variável para sua própria mudança. A verdade é que muitas pessoas não conseguem ter grandes transformações porque ao invés de procurar por soluções preferem sustentar aquela crença do…

“Isso só acontece comigo…”

isso só acontece comigo padrões mentais

Muitas pessoas estão presas às crenças que as fazem acreditar em limitações ou privações da felicidade. Você já ouviu alguém dizer que “isso só acontece comigo…”? É verdade que muitas situações são repetidas com tais pessoas, talvez algumas são assaltadas diversas vezes, outras conseguem atrair mais relacionamentos tóxicos. A verdade é que muitos não concentram seus pensamentos para o que desejam atrair, e sim para tudo aquilo que anseiam por não enfrentar.

Tudo tem um motivo para acontecer. Se uma pessoa teme tanto um assalto, se vive assistindo programas sensacionalistas que trazem informações mascaradas de amedrontamento tende a inconscientemente ser levada a passar somente por locais propícios para o pior. Aquela pessoa que tem como dizem “o dedo podre para escolher com quem se relacionar” acredita tanto nesse rótulo que na hora de se envolver acaba optando por uma pessoa que irá trazer sofrimentos.

A dica será inusitada e, provavelmente, você ainda não tenha escutado algo comum, mas dá certo. É importante que você aprenda a quebrar padrões. Se você teme tanto um assalto e está sempre produzindo cenas mentais desse tipo, tente colocar um ar de comédia na imagem mental. Por exemplo, quando a imagem de um assalto vier a sua mente, imagine que a arma do assaltante é de brinquedo. E que na hora que ele dispara sai água que te molha. Nesse momento sai um tanto de figurante e começa rir e você rir junto e acaba notando que participou de algum programa de pegadinhas. Isso certamente irá quebrar aquele padrão de medo e te deixará em um estado emocional tranquilo.

Qualquer que seja a situação negativa você pode aprender a controlá-la de modo que espante o padrão de medo. Aprenda a ter um maior foco nos hábitos mentais que você deseja realmente produzir.

A hora de mudar é agora!

hora de mudar padrões mentais

Existe uma fábula incrível que posso usar para descrever esse momento do artigo. Um sapo estava carregando um escorpião no rio, mas de repente, o escorpião picou o sapo e assim condenou os dois a morte. Minutos antes de morrer, o escorpião se desculpa dizendo que não poderia deixar de picar, pois faz parte da sua natureza. Agora eu te pergunto se nós seres humanos somos escravos dos nossos hábitos mentais igual ao escorpião? Ou podemos escolher nossa própria maneira de viver?

Óbvio que somos seres detentores do livre arbítrio para viver a vida como desejarmos. Mas porque muitas pessoas então se acham criaturas do hábito? Sim, muitos imaginam que não podem mudar seu destino, pois a vida os fez de tal forma. Não existe ideia mais deturpada e limitadora do que viver escravo desse padrão mental. É verdade que não são todas as pessoas que desejam assumir o controle sobre seu próprio destino. Assim, elas aceitam a vida como é devido à insegurança.

Mas eu tenho certeza que você que lê esse artigo quer ser detentor do seu próprio modelo mental. Aposto que seu desejo por mudança é tão grande que irá realmente seguir as dicas já apresentadas e outras que estão por vir. No próximo parágrafo você terá acesso à informações para realmente moldar seu destino.

Primeiramente, reconheça sua capacidade de mudar, pois nascemos com um poder de transformar nossa vida em nossos maiores sonhos. Aprenda a ter uma visão mais sistemática e positiva, pare de acreditar nos limites adquiridos no passado. Se comprometa a levar sua vida com leveza, pois assim você terá mais capacidade para encarar o mundo como um lugar leve e tranquilo para viver. Se você se comprometer a seguir as dicas apresentadas tenho certeza que seu modo de enxergar o mundo se libertará.

Esteja disposto a viver plenamente e feliz

Por fim, fica claro que você pode se libertar de qualquer escravização mental, mas para tanto tem de realmente estar disposto. Tudo que foi falado nesse artigo pode te ajudar a melhorar seus hábitos mentais e assim ter uma vida mais liberta, uma vida mais cheia de recursos. Chegou a hora de você realmente assumir a responsabilidade e conquistar as mudanças que tanto deseja. Através do exemplo podemos mudar nosso destino, por isso novamente eu indico a leitura do artigo superando limites.

Antes de me despedir, gostaria de deixar o seguinte pensamento. Aquele que não está disposto a se libertar das amarras mentais, não está disposto a viver plenamente e feliz.

Espero que esse artigo tenha feito uma diferença na sua vida. Ficarei muito feliz em ler um comentário seu a respeito da leitura. Vamos lá! Deslize essa tela para baixo e deixe seu comentário mais abaixo! Será um prazer saber a sua opinião.

Seja mais um importante contribuinte:

Para que possamos ajudar cada vez mais pessoas diariamente a superarem seus limites e terem inspiração para vencerem na vida eu necessito da sua contribuição. Se for de coração alegre clique aqui e me ajude a ajudar.

Compart. 0

4 Comentários

  1. Joeli Teixeira Antunes

    Ótimo artigo recomendo. Realmente é incrível o poder da nossa mente.

    Responder

Deixe um comentário: