Dor emocional – como colocar um fim

As dores físicas facilmente são esquecidas com a ajuda de alguns analgésicos, mas o que fazer quando for uma dor emocional? A verdade é que são poucos aqueles que conseguem transformar uma situação não querida em uma enriquecedora fonte de aprendizado. Afinal, a maioria das pessoas optam por prolongar o sofrimento e assim evitar que sigam em frente.

Logicamente todos nós já passamos por algum período de dor emocional. Seja a dor do luto, do fim de um relacionamento, de uma traição, etc., mas cabe somente a nós mesmos optarmos por superar esses acontecimentos. Afinal, nenhuma tempestade dura para sempre, então a todo momento temos a oportunidade de caminharmos em direção ao sol.

Por meio desse artigo espero ser uma fonte de ajuda para que você possa se livrar dessa dor de momento. Tenho convicção que se o estudo for verdadeiro (não apenas uma leitura) facilmente você optará por aprender com essa dor emocional e se tornar alguém melhor. Aproveite o conteúdo!

A dor é inevitável, o sofrimento opcional

dor emocional sofrimento opcional

Eu não serei louco em dizer que você deve suprimir a dor. Eu não penso que esconder esse sentimento tão negativo seja o melhor caminho. Em minha opinião devemos ter sim um momento para sentir essa dor emocional. Afinal, devemos por para fora – expulsar – de dentro de nós tudo aquilo que nos faz mal. Todavia, precisamos ter em mente que a melhor saída é buscar o mais rápido possível por maneiras de superar esse sofrimento.

Dizem que a dor é inevitável, mas o sofrimento opcional. Nunca vi algo mais lúcido do que essa frase. A verdade é que sofrer sempre será um ato de escolha nossa. “Ah, Douglas, óbvio que eu não escolho sofrer”. Olha, eu não quero que você fique com raiva, mas sim, você escolhe sofrer, é você quem escolhe se deprimir diante dos acontecimentos. Tudo é uma questão de comunicação. Somos nós que nos comunicamos com nós mesmos. Então experimentamos tudo aquilo que nos permitimos sentir. Se você tem ficado triste, depressivo, desanimado, desamparado é porque você está se permitindo ficar dessa maneira. Afinal, em questão de segundos você pode mudar qualquer limite emocional que esteja sentido.

O que você faz em termos fisiológicos quando está experimentando algum sentimento negativo como a tristeza? Seus ombros ficam para baixo? Sua cabeça fica para baixo? Seu corpo fica encolhido? Como está o seu olhar? A sua boca? Não há sofrimento que suporte quando você estufa seu peitoral para frente, seus ombros para cima e para trás, sua cabeça voltada para cima. E quer saber o que o sofrimento não suporta de maneira alguma? Um sorriso! Experimente quando estiver triste dar um sorriso. “Douglas, eu não quero sorrir”. Eu sei, você quer sofrer. Logo, voltamos ao que eu disse anteriormente, é você quem decide ficar triste e experimentar sentimentos negativos.

Evite a dor emocional buscando apoio

dor emocional apoio

Em momentos de dor emocional tendemos a nos bloquear ao mundo. Por vezes optamos em ficar sozinhos e nos trancar em nosso mundo em particular. Eu não sei se você percebeu, mas a todo momento nossas ações são escolhas nossas. Então que tal escolhermos por nos cercar de pessoas positivas? Sabe aquele amigo que te faz experimentar ótimos sentimentos somente por estar por perto? Pois então, procure esse amigo.

É fundamental ter por perto pessoas que nos fazem rir, que nos fazem ter bons sentimentos. Esse apoio é fundamental para nos livrarmos da dor que tanto nos afeta. Conselhos, palavras fortalecedoras, um sorriso, tudo isso pode mudar nossa forma de pensar diante das dificuldades.

Esse apoio também pode partir de pessoas que você sequer conhece. Que tal acessar o Netflix e baixar séries engraçadas? Filmes engraçados? Tenho convicção que essa também é uma excelente maneira de superar os acontecimentos ruins. Afinal, você estará preenchendo seus dias com muitas gargalhadas e o sofrimento não consegue vencer esses prazeres.

Outra maneira de lidar com a dor emocional é também através do exemplo. E se você clicar aqui irá conhecer um pouco da história de uma mulher que sofrera abusos sexuais em sua infância, mas que conseguiu superar toda essa dor emocional e física para se tornar uma pessoa incrível. Os exemplos nos estimulam a enxergar que se tantas pessoas sofreram algo mais doloroso do que aquilo que estamos vivendo, porque não podemos superar também? Então clique aqui e leia o artigo em que conto essa história.

Não se apegue! Não se prenda!

lei do desapego

Por fim, é importante que você tenha em mente que nada nos pertence de fato nessa vida. Por mais que um relacionamento te traga muita felicidade, por mais que bens materiais te façam ter muito prazer, enfim, nada disso nos pertence. Então devemos ser mais desapegados. Para saber mais sobre como praticar a lei do desapego clique aqui.

Não, não estou dizendo que você não deva se entregar emocionalmente ao seu parceiro ou parceira, não estou dizendo que você não deva conquistar mais e mais bens materiais. Estou somente te alertando que nada nos pertence e que a todo momento podemos sim perder algo que nos faz bem. Muitas pessoas deixam com que a sua felicidade dependa de algo que possa perder. Então, vamos ser mais conscientes quanto a isso.

A maior parte dos problemas é o apego achando que algo irá durar para sempre ou ser eterno. Não, isso não existe, é utopia. “Douglas, você não acredita em romances que duram para sempre?”. Sim, acredito em romances que podem ser superados apenas quando o limite terreneo de cada um chegar ao fim. Logo, nada nos pertence para sempre. Afinal, ninguém escapa da morte.

Creio que se todos nós vivêssemos com o pensamento de que cada dia que passa é um a menos que temos de vida saberíamos aproveitar mais da nossa própria vida sem aquele engano de viver como se fôssemos imortais. Muitas pessoas postergam sua felicidade sempre para o amanhã. Que triste! O amanhã não existe! O que temos é o hoje! Então menos sofrimento e mais felicidade hoje!

Espero que esse artigo tenha feito uma diferença na sua vida. Ficarei muito feliz em ler um comentário seu a respeito da leitura. Vamos lá! Deslize essa tela para baixo e deixe seu comentário mais abaixo! Será um prazer saber a sua opinião.

Seja mais um importante contribuinte:

Para que possamos ajudar cada vez mais pessoas diariamente a superarem seus limites e terem inspiração para vencerem na vida eu necessito da sua contribuição. Se for de coração alegre clique aqui e me ajude a ajudar.

Compart. 0

Deixe um comentário: