Crise? Não caia junto com o mundo

Você costuma cair junto com o mundo? Se está em um momento de crise você costuma seguir o pensamento da maioria e caminhar junto com a boiada? Muitas pessoas carregam um negativismo e assim não conseguem se desvincular dos pensamentos pessimistas. No vídeo de hoje quero te contar uma história para aprender a se livrar de pensamentos limitantes. Aproveite o conteúdo!

Crise? Não caia junto com o mundo

Olá, tudo bem com você? Hoje o nosso assunto é sobre a ideia de que você não deve cair junto com o mundo. Aproveite o conteúdo!

Mas, Douglas, como assim cair junto com o mundo? Vamos pensar em um momento de crise. A maioria das pessoas estão programadas para cair junto com o mundo nesses momentos de crises. Sabe porque? Porque a maioria segue a boiada. Se existem milhares de pessoas falando sobre crise, sobre o que você acha que ela irá falar? Sobre crise e dessa forma a crise virá para a vida dela.

Se aparece alguém falando sobre oportunidades, sucessos, conquistas, o que você acha que as pessoas vão dizer? Essas que estão acostumadas a seguir a boiada? Poucas vão acreditar, a maioria vai dizer que ele é um louco, que não percebe a realidade. Eu vou te contar uma parábola para te levar a diferenciar circunstâncias de momento e realidade. Uma parábola que fez total diferença em minha vida e espero que faça na sua vida também.

Parábola

Havia dois senhores em um hospital, dois velhinhos doentes. Um que não conseguia se levantar da cama e o outro que com muito esforço se levanta e conseguia ir até a janela. E nessa janela esse velhinho ficava todo entusiasmado falando sobre as belezas que ele podia ver na rua. Falava sobre cachorros, jardins, pássaros, crianças. E todo entusiasmado chamava o outro velhinho para vir ver. Só que o outro respondia que não podia, que estava todo travado na cama, e etc., mas toda manhã ia aquele velhinho pra janela e descrever as maravilhas daquela paisagem. Todavia, chegou um dia em que esse velhinho foi embora do hospital e somente ficou naquele quarto o velhinho que se dizia travado.

Esse velhinho que ficou no quarto como não tinha mais ninguém para descrever a paisagem, ele acabou se motivando a levantar e com muito e muito esforço ele conseguiu chegar até a janela. Mas para a tristeza dele quando ele chegou na janela não havia pássaros, crianças, cachorros, e sim um grande muro preto. Aí você pode pensar, mas que velhinho safado aquele outro, um mentiroso, ficou mentindo sobre a paisagem. Mas não, ele não era mentiroso, ele visionário. Ele sabia diferencia circunstâncias de momento da realidade. Ele sabia que por mais que circunstância do momento fosse aquele murou preto, ele sabia que a realidade era totalmente diferente, que o mundo não se resumia aquele muro preto, que após o muro existia sim cachorros, pássaros, crianças, etc.

Lição

E qual é a lição que aprendemos com essa história? É que esse muro preto, essas circunstância de momento pode ser a crise, pode ser alguma adversidade, algum obstáculo, algo que faça a maioria das pessoas caírem junto com o mundo. Mas você não precisa ser assim, você não precisa sofrer junto com o mundo. Você tem de saber diferenciar situações de momento e realidade. A realidade não é a crise, a realidade é um mundo cheio de oportunidades para aqueles que estão empenhados em fazer do seu futuro um lugar de muitos mais sucesso e felicidade.

Espero que esse artigo tenha feito uma diferença na sua vida. Ficarei muito feliz em ler um comentário seu a respeito da leitura. Vamos lá! Deslize essa tela para baixo e deixe seu comentário mais abaixo! Será um prazer saber a sua opinião.

Seja mais um importante contribuinte:

Para que possamos ajudar cada vez mais pessoas diariamente a superarem seus limites e terem inspiração para vencerem na vida eu necessito da sua contribuição. Se for de coração alegre clique aqui e me ajude a ajudar.

Compart. 0

Deixe um comentário: