Conformismo – uma armadilha que mata sonhos

Muitas pessoas não desenvolvem suas grandes qualidades ou mesmo não conseguem superar diversas situações em virtude do conformismo. Sabe aquele indivíduo que aceita tudo de modo passivo? Aquele que não tem determinação para vencer? Quais as chances dele conseguir alcançar seus objetivos? Quase nulas. Afinal, quem se conforma está sempre no papel de sujeito do acaso e nunca de protagonista da própria vida.

Com a leitura desse artigo você encontrará dicas interessantes para superar esse estado negativo. Todavia, em um primeiro momento irei falar sobre os dois lados do conformismo. Afinal existe também algo de positivo. Após irei falar sobre a armadilha que muitos acabam caindo ao se conformarem. E, por fim, darei algumas dicas para você se libertar e vencer na vida.

O meu intuito é justamente te levar a desenvolver suas grandes qualidades. Espero que o artigo cumpra com o propósito para o qual foi escrito e seja um divisor de águas em sua vida. Aproveite o conteúdo!

Os dois lados do conformismo

conformismo

Existem dois lados no conformismo. Um deles que pode ser muito benéfico, pois nos mantém agradecidos por tudo aquilo que já conquistamos. Todavia, existe o lado que nos torna tão conformados que realmente deixamos de colher algo a mais. Esse segundo grupo vive preso em limitações de uma vida acomodada. Devemos optar sempre pelo primeiro grupo de conformistas, afinal é dessa maneira que podemos sentir mais prazer, pois nos permitimos desfrutar daquilo que já possuímos.

É importante ter em mente que você precisa aceitar a realidade e aproveitar o processo. Não seja como muitos que estão sempre lamentando por aquilo que não possuem. Todavia, não deixe que o conformismo te impeça de imaginar um futuro ainda melhor e ter atitude para alcançá-lo. É preciso ter muito cuidado ao aceitar o presente. Afinal, muitos entram em uma zona de conforto onde o progresso é extinto. Não limite seus próprios interesses, saiba continuar percorrendo o caminho da vitória.

O que você precisa entender desse tópico é que o conformismo pode nos ajudar, mas também nos atrapalhar. Por isso, é importante que você mantenha sempre uma atitude de análise. Ou seja, procure sempre estar examinando se você está progredindo ou ficando para trás. Se estiver alcançando menos do que deveria é importante ligar o sinal de alerta. Afinal, são grandes as chances do conformismo daninho está afetando seus resultados.

Outra dica importante é com relação ao foco. Muitas pessoas não aprendem a criar metas e objetivos. Isso atrapalha qualquer grande conquista, afinal sem metas muitos acabam se acomodando. É importante ter sempre um norte para ser guiado. Caso você não saiba como manter o foco direcionado para grandes conquistas clique aqui e aprenda.

Uma armadilha fatal

conformismo uma armadilha falta

Muitas pessoas têm suas qualidades diminuídas, seus dons anulados, suas competências quase extintas e, até mesmo, seu quadro de inteligência afetado. Eis aqui algumas situações adversas que pessoas caem ao ser conformarem demasiadamente. É bom lembrar que por mais abastados que muitos sejam, ninguém está livre dos limites do conformismo. Muitos realmente caem em desgraça em virtude desse péssimo hábito de estar aceitando a vida como ela é e não procurando por melhores resultados.

Juca nasceu em berço de ouro. Em sua infância e adolescência sempre tivera tudo aquilo que desejava. Os melhores carros, cartões sem limites, frequentava as boates mais tops, os restaurantes mais desejados. Para ele sua vida sempre seria assim, pois fora acostumado a sempre ter tudo do bom e do melhor. Todavia, por se conformar com o melhor que a vida podia oferecer, Juca não se preparou adequadamente para uma vida adulta, para um momento onde ele teria de escrever sua própria história.

Em sua fase adulta variados problemas surgiram desse quadro de conformismo. Juca se transformou em uma pessoa ansiosa, depressiva,  com autoestima baixa. Afinal, ele não previu que viver gozando das conquistas dos pais o transformaria em uma pessoa sem qualquer admiração dos amigos, da família, da própria sociedade em uma vida adulta. Com o seu conformismo eterno de dependência dos pais ele se transformou em um ser sem história própria.

Ser conformista é não assumir riscos, é não procurar por mais habilidades e vitórias, é ser uma vítima do acaso e não criador da própria história. Pelo exemplo do Juca você consegue imaginar como a conformidade pode inibir qualquer sentimento de prazer. Espero que você a partir desse contexto tenha mais controle das suas atitudes. E lembre-se…

Se quiser vencer, liberte-se!

conformismo liberte-se

Você tem feito o que é necessário para conquistar seus sonhos? Ou está sempre adiando o momento de dar os primeiros passos rumo a conquista de um objetivo? Você está sempre planejando suas metas? Ou evita se lembrar dos sonhos que deseja alcançar? Muitas pessoas estão presas em seus medos e anseios. Muito em função de não acreditarem em suas capacidades de provocar melhoras, de conquistar objetivos. Isso faz com que muitos sejam apenas meros espectadores das conquistas dos outros.

O triste de tudo isso é que aqueles que não se libertam vivem apenas imaginando como seria se seus sonhos fossem realizados. Ficam presos apenas com cenas mentais de um futuro mais próspero e feliz. Com isso o tempo vai passando e muitos não se atentam que a chave para realmente viverem o que desejam está dentro deles próprios. Bastando apenas assumirem o controle de suas atitudes.

Você deseja vencer? Então é hora de se libertar, hora de realmente se tornar mais protagonista e menos vítima do acaso. Em muitos o conformismo está tão enraizado que realmente é necessário várias doses de força de vontade para lutar por um futuro melhor. É preciso ter uma atitude igual do Victor Franckel ao não se conformar nos campos de concentração nazista. Ele foi um dos poucos sobreviventes.

Certa vez Victor disse: “meu corpo pode estar morrendo de fome, meus músculos podem estar dilacerados, os soldados podem estar me torturando ou me ameaçando constantemente, mas minha mente estará a milhas e milhas daqui. Ninguém jamais poderá interferir em minha atitude mental”. Para se libertar é preciso ter esse tipo de atitude mental. É preciso não aceitar ser uma vítima do acaso, mas o criador da própria história. Preocupe-se mais com o seu mundo interior e não com o que está acontecendo no exterior.

O inimigo do crescimento…

Por fim, ficou evidente que suas conquistas dependem exclusivamente de você. Não caia no conformismo daninho de aceitar tudo como é, seja conformista do tipo de agradecer por tudo que já possui, porém, sempre visando mais e mais conquistas. Não se limite como o Juca, mas se expanda como o Victor. Lembre-se, o poder de qualquer grande realização está esperando por seu próprio comando para ser acionado. Acione! Viva o melhor da vida!

Antes de me despedir, gostaria de deixar a seguinte mensagem: “o conformismo é carcereiro da liberdade e o inimigo do crescimento. – John Kennedy.

Espero que esse artigo tenha feito uma diferença na sua vida. Ficarei muito feliz em ler um comentário seu a respeito da leitura. Vamos lá! Deslize essa tela para baixo e deixe seu comentário mais abaixo! Será um prazer saber a sua opinião.

Seja mais um importante contribuinte:

Para que possamos ajudar cada vez mais pessoas diariamente a superarem seus limites e terem inspiração para vencerem na vida eu necessito da sua contribuição. Se for de coração alegre clique aqui e me ajude a ajudar.

Compart. 0

3 Comentários

  1. andreanjoo@hotmail.com

    Olá Douglas Teixeira!
    Espero que esteja bem…!
    O texto acima, caiu como uma luva para mim, nesse momento de minha vida, em que estou em fase de reconstrução de vários meios de crescimento, seja no campo profissional, e todos os demais.
    Acredito na parada, tempos em tempos, para um balanço, e análise profundo do estado, e da situação de vida em que estamos vivendo e passando!
    Sempre há o que melhorar, mudar, aperfeiçoar, fazer diferente, derrubar muros, e construir novas pontes.
    O testo de hoje, nós dá, todo um roteiro de como conduzir tudo esse processo de crescimento.
    Bem como, a forma motivacional que eleva nossa auto-estima!
    Grato, sucesso sempre, para nós!
    Grande abraço, André Anjos .

    Responder
    1. Douglas Teixeira

      Olá, amigo André. Fico muito feliz que o texto publicado tenha sido tão inspirador para você. Continue firme que tudo dará certo em sua vida. Grande abraço!

      Responder

Deixe um comentário: