Autoestima baixa: razões que enfraquecem a confiança

Há um bom tempo tenho notado que não são raras as pessoas que sofrem com a ausência de autoestima. Um sentimento de inutilidade, situações emocionais mal resolvidas, falta de atitude para solucionar problemas, são sintomas de pessoas que estão com a autoconfiança abalada.

Vários motivos podem colaborar para criar esse sentimento negativo. Muitas pessoas desenvolvem esse estado emocional pequeno graças ao ciclo vicioso da acumulação de tarefas. Outras por terem situações do passado ainda não resolvidas (sobre limites do passado clique aqui). Quando alguém enfrenta problemas de baixo autoestima tende a ter todas as áreas da sua vida afetadas. Nos próximos tópicos irei dar dicas incríveis sobre como você pode enfrentar algumas situações que tendem a te deixar em estados limitadores. Aproveite o conteúdo.

O ciclo vicioso da acumulação de tarefas e a baixo autoestima

autoestima - acumulação de tarefas

Muitas pessoas em decorrência das diversas obrigações diárias acabam que permitindo o acumulo de tarefas. Por vezes, compromissos habituais vão sendo deixados para depois, o adiamento de prazos começa a ser frequente, etc. Com esse ciclo vicioso o indivíduo começa a ficar sobrecarregado. Sufocado por tantas obrigações e com um sentimento de incapacidade para resolvê-las abre-se um campo fértil para uma baixo autoestima.

A insegurança, o sentimento de inadequação, as dúvidas constantes propiciam um abalo na confiança. O indivíduo já começa a ter um pensamento de incerteza sobre si mesmo.

Mas como melhorar a autoestima e assim superar os limites gerados por esse ciclo vicioso? É necessário, primeiramente, ter pensamentos positivos ao seu respeito. Tenha em mente que, apesar do estado de momento, você é uma pessoa incrível que já realizou grandes feitos na vida. Tente se lembrar das suas maiores conquistas, dos motivos pelos quais você tem orgulho de si mesmo. Todavia, não é suficiente apenas o pensamento positivo, você precisa de ação. Trace metas precisas, ao defini-las você terá um alvo certo. Quando há o planejamento de metas claras, se torna mais fácil realizar os seus objetivos. Desse modo você se sentirá mais capaz e assim haverá um aumento da sua autoestima. Sobre como planejar metas clique aqui e saiba mais sobre o poder do foco.

Ao planejar as suas metas é importante atentar-se para duas situações: 1) comece com o objetivo de fazer o planejamento para realizar as tarefas que estão acumuladas, pois o sentimento de dever cumprido traz uma incrível sensação de satisfação consigo mesmo e em consequência a confiança para realizar outros deveres. 2) tenha clareza sobre quais áreas da sua vida requer mais atenção no momento.

Essas dicas podem fazer a diferença em sua vida. Mas agora é hora de falar sobre outra hipótese que causa uma tremenda baixo autoestima.

Um passado ainda presente

autoestima - um passado ainda presente

É bem verdade que muitos indivíduos têm um passado que os aprisiona e desse modo traz uma infelicidade prolongada no tempo. Variados limites mentais e emocionais criados por acontecimentos do passado permitem que se desenvolva uma autoestima muito baixa. Transtornos mentais, depressão, pânico, são alguns dos problemas que podem ser enfrentados dependendo do nível que essa intoxicação do passado venha a causar.

Outro grande problema é que as pessoas que sofrem com uma autoestima baixa prolongada no tempo carregam em si um sentimento de vítimas. Elas enxergam o mundo como um lugar terrível e consequentemente acabam perdendo muitas experiências incríveis. Por razões óbvias aquele sentimento de poder fazer uma diferença na vida de alguém ou em suas próprias vidas se torna impotente.

Tudo o que foi falado contribui para quebrar com a autoconfiança. Para superar, é necessário que você assuma a responsabilidade de se desintoxicar mental e emocionalmente clicando aqui e assim aumentar sua confiança. Tenha em mente que muitas coisas traumáticas do passado embora difíceis de esquecer podem sim ser superadas.

William Shakespeare já dizia que “lamentar uma dor passada, no presente, é criar outra dor e sofrer novamente.” Muitas pessoas optam por deixar os acontecimentos as destruírem e assim caem numa onda de negatividade. Outras escolhem se tornar pessoas melhores após acontecimentos trágicos. A escolha é sua. É extremamente valioso que a concentração não esteja no fato de que algo não pode ser alterado. Mas sim no que pode ser alterado, por exemplo, a sua atenção não deve estar no acontecimento e sim na sua reação ao que aconteceu. Assumir a responsabilidade para se livrar dessa intoxicação é um importante passo que você deve seguir. Afinal, assim você terá forças para superar os acontecimentos. Fica claro que a superação é uma escolha exclusivamente sua.

Desencadear para todas as áreas da vida

autoestima - desencadear

O acúmulo de uma baixo autoestima influenciará em todas as áreas da vida. Quem sofre dessa adversidade tem um péssimo controle financeiro, mental, espiritual, físico, social, familiar, vital. Tudo em virtude do sentimento de culpa, medo do abandono, ansiedade, receio da rejeição, sentimento de carência, frustração, vergonha, timidez, dúvidas constantes, sentimento de insegurança .

Uma pessoa sem autoconfiança tende a sempre fazer escolhas negativas. Não consegue evoluir financeiramente pois não confia em sua própria capacidade e nunca tem ânimo para tentar algo novo. Não procura por conhecimento pois sente que tem dificuldades de lidar com novas ideias. Não tem disposição para fazer exercícios físicos. Em suas relações sociais tende a se envolver com amigos que apenas sugam e nada acrescentam. Quando se envolve com alguém opta por pessoas que nunca estão disponíveis. E, tem uma diminuição da atividade do sistema imunológico. Assim corre risco de desenvolver doenças respiratórias, infartos, acidentes vasculares cerebrais, etc.

A autoestima está ligada com a imagem que temos de nós mesmos. É necessário que você comece a observar quais áreas da sua vida requer uma atenção mais especial. E assim dar início com mudanças a passos curtos, procure algo que possa ser feito imediatamente para mudar uma situação não querida em determinada área da vida. Pequenos êxitos irão dar impulso para a retomada da autoconfiança. Cada passo que você completar é muito importante no caminho para conseguir uma desintoxicação mental e emocional. Outro passo muito importante é ter motivos para mudar. Tente perceber o que produz em você energia suficiente para começar a progredir a cada dia. Pode ser que o seu motivo para mudar seja ter de volta a admiração de alguém especial (pais, filhos, marido, mulher, etc.).

Espero que esse artigo tenha feito uma diferença na sua vida. Ficarei muito feliz em ler um comentário seu a respeito da leitura. Vamos lá! Deslize essa tela para baixo e deixe seu comentário mais abaixo! Será um prazer saber a sua opinião.

Seja mais um importante contribuinte:

Para que possamos ajudar cada vez mais pessoas diariamente a superarem seus limites e terem inspiração para vencerem na vida eu necessito da sua contribuição. Se for de coração alegre clique aqui e me ajude a ajudar.

Compart. 0

10 Comentários

  1. Deiler

    Ótimo texto! Estava realmente precisando ler algo deste tipo, “muitas pessoas optam por deixar os acontecimentos as destruírem e assim caem numa onda de negatividade”. Estou justamente passando por isso, e tenho evitado ao máximo tomar uma atitude por causa da minha falta de confiança. O texto me ajudou bastante, obrigado =]

    Responder
  2. Viviane Oliveira

    A auto-estima é uma linha muito tênue…. parece que estamos sempre a cair…

    Responder
  3. Suelly

    Obg amigo o mundo precisa de mais pessoas como vc adoro os seus textos bj

    Responder

Deixe um comentário: