Aprenda a lidar com sentimentos negativos

Você já sentiu a sensação de ser controlado por seus sentimentos negativos? Muitas pessoas perdem o controle ao sentir emoções que não esperavam e assim muitos resultados desastrosos advindos de tal sentimento são causados. É necessário aprender a lidar com o modo que sentimos certas emoções, pois muitas vezes no descontrole perdemos pessoas que anteriormente foram uma diferença positiva em nossas vidas.

Ao decorrer desse artigo irei te ensinar sobre a importância de não rejeitar o sentimento negativo. Você também irá aprender como expressar tais sentimentos. Além é claro de falarmos sobre o poder que suas interpretações têm para influenciar suas decisões. Aproveite o conteúdo!

Não rejeite o sentimento negativo

É muito comum em situações corriqueiras termos algum tipo de sentimento negativo. Muitas situações como, por exemplo, alguma atitude do cônjuge que não atenda nossa expectativa, julgamentos infundados dos pais ou amigos, etc., podem causar uma dor emocional. Porém, o grande problema não são essas situações, mas sim a atitude de muitos em rejeitar sentimentos dolorosos. A verdade é que se esquivar da dor é causar uma miséria emocional que afetará não apenas suas emoções, mas também das pessoas em volta, pois você estará sempre na defensiva.

sentimentos-negativos-miseria-emocional

Eu quero que você entenda que é perfeitamente possível sentir a dor sem que isso derrube seu ânimo. Afinal, quando você aceita o sentimento negativo são maiores as chances de enfrentá-los e, após, seguir adiante. Ao encarar de frente tais sentimentos você se torna mais adaptável e isso permite uma melhor resposta inconsciente em outras situações desafiadoras. Ao não fugir sua força é aumentada e posteriormente os cenários catastróficos não mais emergiram em sua vida.

É importante também o reconhecimento da vida como ela é. Muitas pessoas esperam que a vida seja sempre alegre e que elas recebam tudo de modo que sempre sonharam. Responda comigo: agindo de tal forma quais são as chances de certos indivíduos não sofrerem decepções? Nulas. Por isso, reconhecer a realidade é necessário, pois ao saber que nem tudo são flores você se prepara emocionalmente para enfrentar momentos adversos de maneira fortalecedora.

Outro passo importante é viver o presente, reconheça verdadeiramente o aqui e agora. Muitos vivem presos em seus passados e assim sofrem diversas consequências de interações com outras pessoas. Seja mais adaptável as respostas que você dá ao momento presente, aprenda a não carregar sentimentos negativos advindos de acontecimentos que não têm mais volta. No próximo tópico irei ensinar ótimas maneiras para que você…

Aprenda a expressar os sentimentos negativos

sentimentos-negativos-sentindo-triste

A verdade é que a falta de autoestima, o medo, ou mesmo o ego faz com que muitas pessoas não expressem seus sentimentos negativos. É muito comum também tantas outras esperarem com que os outros adivinhem o que estão sentindo. É importante ter em mente que você demonstre seu sentimento de fraqueza, não importa se você está se sentido frustrado, triste, desanimado. Mas, como expressá-los? Continue comigo e aprenda nos próximos parágrafos.

Primeiramente é importante que você pense exatamente como está se sentindo para assim evitar ambiguidades. Muitas vezes é comum as pessoas estarem cabisbaixas sem ao menos saberem qual o sentimento por trás desse estado. O próximo passo é procurar saber por qual motivo está tendo tal emoção, por exemplo, você foi demitido do seu emprego, mas está descontando sua raiva em seu cônjuge. Quando você tem claro de onde vem o sentimento negativo é possível evitar conflitos com pessoas que não têm relação alguma com o problema.

Uma dica que eu dou é que você escreva suas emoções negativas, registre-as em um diário, por exemplo. Muitos homens vão pensar “tá pegando pesado, Douglas, rs.”, mas é uma dica excelente que inclusive eu a uso, todos os dias eu faço anotações em meu diário. Expressar dessa maneira é colocar para fora sentimentos que não precisam ser aprisionados dentro de ti. Por fim, faça exercícios físicos como uma fonte de prazer. O exercício tem o poder de libertar dos sentimentos negativos.

Essas dicas podem fazer uma diferença em sua vida, use-as verdadeiramente. Lembre-se que tudo aquilo que focalizamos se expande, então realmente mantenha seu foco para situações que tendem a te tornar alguém melhor. Indico a leitura do artigo a solução definitiva para ter foco, pois assim você aprenderá a ter um maior direcionamento para tudo aquilo que produz resultados.

Melhore sua vida através da interpretação

Você já parou para pensar que sentimentos como raiva, tristeza, ciúmes, entre outros, são negativos porque nós os classificamos como tal? Afinal, tais sentimentos podem ser uma fonte de grandes ensinamentos desde que interpretados de uma maneira positiva. Mas, muitas pessoas realmente os tem como negativos, pois aprenderam a focalizar de modo enfraquecedor. Alguém já lhe disse que para ser feliz você deve evitar tais sentimentos? Puro engano!

Mas, porque são comumente evitados sentimentos assim? A razão é óbvia: a verdade dói. Muitas pessoas preferem nem mesmo saber verdades que podem causar dor e assim optam por viver na lei do engano – algo ainda mais doloroso. Para lidar com sentimentos negativos você tem de reconhecer que eles existem, é a lei da aceitação. Mas você não precisa necessariamente agir de acordo com o que está sentindo. A ideia é aceitá-los e assim aprender como pode ser benéfico tal sentimento.

Outra sugestão é que você não precisa seguir necessariamente tudo aquilo que pensa ou sente. Muitas pessoas têm uma preocupação excessiva e desnecessária que apenas fomentam interpretações e ações descabidas. Por exemplo, muitos tem cismas sobre eles próprios, suas ações, intenções e até mesmo sobre os pensamentos dos outros e assim planejam todo um futuro que pode nem mesmo vir a acontecer. De tudo que eu falei o que mais quero que você compreenda é que não acredite em tudo aquilo que você pensa ou sente!

Não somos exatamente o que o nosso cérebro pensa. Muitas pessoas têm interpretações totalmente deprimentes do passado e assim não se acham merecedoras de amor, compaixão, amizade. A verdade é que o cérebro por vezes envia mensagens enganosas e muitos acabam aceitando e fundindo-as às suas identidades. Aprenda a aceitar as mensagens que apenas estejam de acordo com seus desejos, valores, propósitos de vida.

O que aprendemos é o que importa

Por fim, fica claro que você pode aprender a lidar com sentimentos negativos de uma maneira fortalecedora. As dicas foram dadas, agora cabe a você usá-las ou não. Lembre-se que se existem pessoas tendo resultados satisfatórios através da maneira como interpretam seus sentimentos, você também pode produzir os mesmos resultados, desde que tenha acesso as estratégias. Elas foram dadas nesse artigo!

Antes de me despedir gostaria de deixar um incrível pensamento: “Uma vida fácil nada nos ensina. No fim, é o que aprendemos o que importa: o que aprendemos e como nos desenvolvemos. Uma pequena mudança hoje pode acarretar-nos um amanhã profundamente diferente. São grandes as recompensas para aqueles que têm a coragem de mudar, mas essas recompensas acham-se ocultas pelo tempo. Geramos nossos próprios meios. Obtemos exatamente aquilo pelo que lutamos. Somos responsáveis pela vida que nós próprios criamos.” – Richard Bach.

Espero que esse artigo tenha feito uma diferença na sua vida. Ficarei muito feliz em ler um comentário seu a respeito da leitura. Vamos lá! Deslize essa tela para baixo e deixe seu comentário mais abaixo! Será um prazer saber a sua opinião.

Seja mais um importante contribuinte:

Para que possamos ajudar cada vez mais pessoas diariamente a superarem seus limites e terem inspiração para vencerem na vida eu necessito da sua contribuição. Se for de coração alegre clique aqui e me ajude a ajudar.

Compart. 0

2 Comentários

  1. Marali Reiky

    Quero agradecer por cada palavra. Que Deus continue iluminando seu trabalho , pois ele tem me ajudado muito, principalmente nas horas mais dificeis. Gratidão imensa. Alice Barbarossi

    Responder

Deixe um comentário: